27/05/2024 às 14h55min - Atualizada em 29/05/2024 às 00h01min

Projeto “Trânsito e Cidadania” será realizado em São Bernardo do Campo

A peça infantil, que será apresentada nos dias 27, 28 e 29 de maio, tem o objetivo de desenvolver atividades lúdicas que abordam boas práticas no trânsito

DA REDAçãO
Divulgação

O projeto "Trânsito e Cidadania" realizará 12 apresentações em São Bernardo do Campo/SP, nos dias 27, 28 e 29 de maio. Cada ação beneficiará 60 crianças, de instituições públicas da cidade.

 

O Ginásio de Esportes Edmilson Damião Pazzini receberá crianças da Escola Municipal de Educação Básica Professor André Ferreira para participarem das apresentações. Os alunos irão até o local com os ônibus fornecidos pelo projeto.

 

O projeto "Trânsito e Cidadania" contemplará apresentações teatrais, com intervenções cênicas. Todas as ações são gratuitas, direcionadas às crianças. O espetáculo é informativo e participativo, abordando a melhoria do trânsito e da vida dos habitantes nas pequenas e grandes cidades, com o envolvimento e participação dos futuros cidadãos.

 

Os objetivos do projeto envolvem o desenvolvimento de atividades lúdicas, que facilitem a absorção dos conteúdos abordados, bem como a democratização da cultura por meio das artes cênicas. Além disso, visa proporcionar discussões sobre o tema, que é o trânsito.

 

O espetáculo apresenta interações entre os atores e a plateia, sendo assim, as crianças são convidadas a participar da atuação. No início da peça, são abordadas informações sobre as placas gerais e de trânsito, além dos cuidados ao volante, educação, etiqueta no trânsito, uso das faixas e passarelas, bem como outras dicas sobre a segurança.

 

Junto aos atores, as crianças montarão o cenário formando uma cidade, com todas as melhorias necessárias. Uma equipe de monitores estará disponível para auxiliar as crianças, no entanto, elas terão autonomia.

 

A seguir, as crianças atuarão na simulação de uma cidade em funcionamento. Os atores interpretarão agentes de trânsito, semáforo, pedestre, idosos, deficientes visuais, motorista e demais elementos presentes no cotidiano das cidades.

 

Sobre a peça

 

“Transitolândia” é uma cidade na qual todos os habitantes respeitam o trânsito e cada um cumpre o seu papel, lá as pessoas respeitam o meio ambiente e realizam a coleta seletiva e obedecem à sinalização e ao código de trânsito nacional.

 

Quatro residentes são motivo de grande orgulho para essa cidade: Vó Nona, uma vovó muito querida por todos e que, mesmo em idade avançada, auxilia a todos, ela possui vasto conhecimento sobre coleta seletiva e preservação do meio ambiente, demonstrando a importância desses temas para um trânsito adequado e seguro.

 

Jéssica é uma pessoa com deficiência visual e possui amplo entendimento sobre acessibilidade e mobilidade urbana, ela destaca questões como piso tátil e acessibilidade para cadeirantes, dado que muitas cidades ainda não oferecem o suporte necessário para indivíduos com deficiência visual, auditiva ou de mobilidade reduzida. De forma simples, orienta as crianças sobre como podem desempenhar seu papel e ajudar essas pessoas.

 

Mister Zum é um habilidoso malabarista e ciclista que compreende tudo sobre ciclovias e segurança: bicicletas, skates, patins e patinetes são veículos adequados para uso em uma ciclovia, porém, assim como no trânsito e nas ruas, as ciclovias também possuem regulamentos que devem ser seguidos para garantir um tráfego seguro e evitar acidentes.

 

Rafael, um guarda de trânsito, é amigo das crianças e tem a missão de conscientizá-las sobre o papel fundamental tanto dos motoristas quanto dos pedestres, afinal, o trânsito não depende apenas dos condutores. Ele também destaca que desde a infância podemos cultivar hábitos de segurança que nos tornarão futuros condutores responsáveis.

 

Todos estão unidos na cidade de Transitolândia, somando esforços para promover condutores e pedestres mais conscientes, visando prioritariamente a preservação de vidas.

 

O projeto conta com intérpretes de Libras e terá monitor que auxiliará o público no espaço e também irá orientar os participantes com deficiências físicas, visuais ou que apresentam espectros, síndromes ou doenças que gerem limitações.

 

O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas, apresenta o projeto “Trânsito e Cidadania” com patrocínio do Grupo Sada, produção da Faço Arth Produções e Apoio Komedi Projetos e Secretaria de Cultura e Juventude de São Bernardo do Campo.

 

"O Grupo SADA está constantemente em movimento e acredita que por meio da educação e da cultura é possível contribuir para a transformação da sociedade. Ao patrocinar este projeto, reforçamos nosso compromisso com o desenvolvimento social, impactando positivamente comunidades no entorno de nossas empresas e promovendo a cidadania e a educação das crianças, que representam o nosso futuro. Movimentamos o presente, acreditando em um futuro melhor", comenta Elisa Cunha Dias, Gerente de Sustentabilidade do Grupo SADA.

 

Sobre o Grupo Sada: Há 47 anos no mercado e com atuação nacional, o Grupo SADA é formado por diversas empresas nas áreas de transporte e logística, agronegócio e biocombustíveis, reflorestamento, siderurgia, comunicação, indústria, esporte, terceiro setor e concessionárias. O grupo traz em seu DNA desde a fundação, o desejo de cuidar das pessoas e das comunidades onde está presente. As empresas foram crescendo sem perder de vista a importância das ações sociais para levar dignidade e crescimento aos lugares onde suas operações se encontram. Temos compromisso com nossos clientes, com nossas pessoas colaboradoras, com o planeta e sociedade. Somos motivados pelo ser humano, energizados por nossos propósitos e engajados por um mundo mais justo. Movimentamos o presente acreditando em um futuro melhor.

 

Sobre o PROAC: O ProAC ICMS é a modalidade do programa de fomento paulista que funciona por meio de patrocínios incentivados e renúncia fiscal. Para ter acesso aos recursos disponíveis, os artistas, grupos ou produtores devem submeter seus projetos à análise de uma comissão especializada, que avalia requisitos como relevância artística e adequação da proposta orçamentária.

 

Com o projeto aprovado, o proponente pode solicitar patrocínio a empresas sediadas em São Paulo. Estas, por sua vez, recebem descontos no imposto devido, como forma de estímulo ao patrocínio. Qualquer empresa pode ser patrocinadora via ProAC ICMS, bastando ser contribuinte deste imposto e estar em dia com suas obrigações fiscais.

 

A fim de garantir uma ampla distribuição dos recursos disponíveis, a legislação do ProAC ICMS estabelece limites máximos de captação para cada tipo de projeto, além de limitar também a quantidade de projetos por proponente. Para as empresas há, ainda, um limite máximo de valor a ser patrocinado, que varia percentualmente segundo o volume de impostos a recolher.

 

Serviço:

“Trânsito e Cidadania” em São Bernardo do Campo/SP
Datas, horários e locais:

27/05 - 8h30, 9h50, 14h e 15h20

28/05 - 8h30, 9h50, 14h e 15h20

29/05 - 8h30, 9h50, 14h e 15h20

Instituição: Ginásio de Esportes Edmilson Damião Pazzini

Endereço: Rua Rosa Pacheco, N° 201 - Ferrazópolis - São Bernardo do Campo/SP


Notícia distribuída pela saladanoticia.com.br. A Plataforma e Veículo não são responsáveis pelo conteúdo publicado, estes são assumidos pelo Autor(a):
ANGELO APARECIDO SASTRE
[email protected]


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://portalg7.com.br/.