20/05/2024 às 11h52min - Atualizada em 20/05/2024 às 20h00min

Projeto desenvolvido no Programa RDS-Defesa é premiado em concurso voltado à inovação no setor de defesa nacional

Concurso i9 Defense reconheceu projeto inovador desenvolvido pelo CPQD no contexto desse programa, que vem sendo conduzido em parceria com o CTEx

PIMENTA COMUNICAçãO
CPQD

Campinas, 20 de maio de 2024 - Um projeto desenvolvido no contexto do Programa Rádio Definido por Software para Defesa (RDS-Defesa), que vem sendo conduzido há mais de dez anos pelo CPQD em parceria com o Centro Tecnológico do Exército (CTEx), acaba de ser premiado no 1.º Concurso i9 Defense, criado com o objetivo de reconhecer empresas que desenvolvem produtos inovadores com aplicação no setor de defesa nacional. A premiação dos vencedores do concurso aconteceu durante o evento SC Expo Defense - Inovação e Tecnologia, realizado na semana passada, em Florianópolis.

Batizado de Forma de Onda Altas Taxas (FO-AT), o projeto premiado no concurso - com o 3.º lugar - teve início em 2022, como parte do Programa RDS-Defesa. Iniciativa do Ministério da Defesa, esse programa tem foco no desenvolvimento de equipamentos de rádio para uso militar, em várias versões, com tecnologia nacional e garantia de segurança e interoperabilidade para as comunicações táticas das Forças Armadas brasileiras. 

“No conceito de rádio definido por software, o hardware é reprogramável e de uso geral, enquanto a inteligência do processamento, que habilita funcionalidades específicas no rádio, está em uma pilha de software executada sobre o hardware, que recebe o nome de forma de onda”, explica Gustavo Correa Lima, gerente de Soluções de Conectividade do CPQD. Ele acrescenta que o CPQD tem sido o principal parceiro no desenvolvimento de soluções de forma de onda para o Programa RDS-Defesa - que conta com um laboratório exclusivo nas instalações da organização, em Campinas (SP).

O projeto Forma de Onda Altas Taxas, desenvolvido em parceria com o CTEx, tem como finalidade produzir um software forma de onda multibanda de alto desempenho, para a faixa VHF/UHF, capaz de oferecer diversos serviços de comunicação de voz, dados e streaming de vídeo, em diferentes cenários operacionais de interesse das Forças Armadas. Entre os cenários previstos, destacam-se operações táticas urbanas, enlaces de comunicação entre viaturas terrestres e embarcações e até reconhecimento aéreo usando veículos aéreos não-tripulados (VANTs).

Com término previsto para o final deste ano, o projeto já concluiu o desenvolvimento da primeira versão da Forma de Onda Altas Taxas, que vem passando por ensaios de campo em Campinas e no Rio de Janeiro. “Os testes realizados têm demonstrado a viabilidade técnica e prática da solução para ser incorporada às tecnologias de comunicação de Defesa”, conclui Correa.


 

Notícia distribuída pela saladanoticia.com.br. A Plataforma e Veículo não são responsáveis pelo conteúdo publicado, estes são assumidos pelo Autor(a):
PEDRO HENRIQUE DE CARVALHO CASSIANO
[email protected]


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://portalg7.com.br/.