08/05/2024 às 11h59min - Atualizada em 10/05/2024 às 00h00min

Espetáculo "A conta, por favor" aborda a importância da educação financeira para estudantes de Santa Catarina

O projeto, que é gratuito, conta com cinco apresentações teatrais, entre os dias 7 e 9 de maio, e distribuição de material informativo sobre o tema em escolas públicas de Abdon Batista, Anita Garibaldi e Celso Ramos

Vira Comunicação
Divulgação

O espetáculo “A conta, por favor” busca conscientizar os alunos de escolas públicas sobre a importância da educação financeira, entre os dias 7 e 9 de maio, em Queimados (RJ). O projeto é direcionado ao público jovem, de 13 a 17 anos, abordando o tema visando contribuir para a conscientização sobre o tema e acontecerá em escolas e instituições de Abdon Batista (SC), Anita Garibaldi (SC) e Celso Ramos (SC).

 

Todas as apresentações teatrais serão gratuitas, de classificação livre, realizadas em escolas da rede pública, instituições sem fins lucrativos e centros culturais. Complementando a ação, serão distribuídos livretos com informações sobre o tema da peça. Ao todo, serão realizadas 6 ações, com 200 jovens em cada. Dessa forma, a peça beneficiará 1.200 pessoas.

 

Para garantir acessibilidade total aos participantes, a peça contará com um intérprete de Libras, além de um monitor disponível para fornecer todo o suporte necessário aos alunos.

 

A história da peça se passa em um restaurante muito chique, em que 4 amigos da época da escola marcam um encontro 10 anos depois. Ao chegarem, olham o cardápio e pedem um banquete. Todos desejam contar suas histórias sobre como se tornaram bem-sucedidos e ricos, mas será que essa é realmente a verdade? Quem senta na ponta, paga a conta!

 

O principal objetivo do projeto é ensinar o público jovem sobre educação financeira, através da peça teatral de comédia. Além disso, tem o intuito de conscientizar a respeito da importância de poupar e ter controle financeiro.

 

Os temas abordados incluem: educação financeira, importância da economia e controle financeiro, bem como as transformações positivas que os hábitos de poupadores podem proporcionar.

 

Lei de Incentivo à Cultura, o projeto “A conta, por favor” tem a produção da Scorsolino Produções, apoio da Komedi/SSP Produções, com patrocínio da Enercan, e realização pelo Ministério da Cultura, Governo Federal União e Reconstrução.

 

"Somos uma empresa que se preocupa em gerar impactos significativos na sociedade, por isso, valida e apoia iniciativas que promovem a Educação e a inclusão social. Acreditamos que ações como essa são instrumentos de desenvolvimento, interação, bem-estar e aprendizagem, abrindo caminhos para a formação de cidadãos mais conscientes e um mundo mais igualitário”, comenta Cleonice Couto, Analista de Responsabilidade Social da ENERCAN.

 

Sobre a Enercan: A ENERCAN (Campos Novos Energia S/A) é a empresa responsável pela Operação, manutenção e administração da Usina Hidrelétrica Campos Novos, construída no leito do rio Canoas, entre as cidades de Campos Novos e Celso Ramos. Seu reservatório abrange também os municípios de Anita Garibaldi e Abdon Batista, todos no estado de Santa Catarina. Com potência instalada de 880 MW e um reservatório com uma área de apenas 29 km², a Usina Hidrelétrica Campos Novos ostenta um dos melhores coeficientes de eficiência energética do Brasil, que é obtido pela razão entre potência instalada e área inundada. Com o Programa de Sustentabilidade e Investimento Social, a ENERCAN contribui com o desenvolvimento dos municípios do entorno da Usina Hidrelétrica Campos Novos, apoiando ações e projetos nas áreas de meio ambiente, saúde e segurança, cultura, crianças e adolescentes, educação, terceira idade e agregação de renda.

 

Sobre o Ministério: A principal ferramenta de fomento à Cultura do Brasil, a Lei de Incentivo à Cultura contribui para que milhares de projetos culturais aconteçam, todos os anos, em todas as regiões do país. Por meio dela, empresas e pessoas físicas podem patrocinar espetáculos – exposições, shows, livros, museus, galerias e várias outras formas de expressão cultural – e abater o valor total ou parcial do apoio do Imposto de Renda. A Lei também contribui para ampliar o acesso dos cidadãos à Cultura, já que os projetos patrocinados são obrigados a oferecer uma contrapartida social, ou seja, eles têm que distribuir parte dos ingressos gratuitamente e promover ações de formação e capacitação junto às comunidades. Criado em 1991 pela Lei 8.313, o mecanismo do incentivo à cultura é um dos pilares do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac),que também conta com o Fundo Nacional de Cultura (FNC) e os Fundos de Investimento Cultural e Artístico (Ficarts). Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cultura.

 

Serviço:

“A conta, por favor” em Abdon Batista/SC, Anita Garibaldi/SC e Celso Ramos/SC
Datas, horários e locais:

07/05 - 10h15 e 14h00

Instituição: EEB Padre Antônio Vieira

 

08/05 - 9h00 e 13h40

Instituição: Casa do Idoso Nascimento de Matias

 

09/05 - 10h00 e 14h00

Instituição: Escolas Unificadas José Zanchetti e CEDUP - Ernesto Antônio Debastiani


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://portalg7.com.br/.