08/05/2024 às 13h19min - Atualizada em 09/05/2024 às 00h01min

Para quem está pensando em empreender no mercado imobiliário nos Estados Unidos fique atento as dicas:

divulgação

Quer seja pelo sonho da casa própria ou com o intuito de investir, a compra de um imóvel figura entre os principais objetivos financeiros dos brasileiros. Ano após ano, o mercado imobiliário está sempre no centro das atenções. Paulo Schneider, empresário do mercado imobiliário Americano há mais de 30 anos, comenta sobre os desafios das escolhas.

Considerando que a compra de um imóvel em outro país pode ser, às vezes, um processo lento e burocrático, o comprador tem que ter certos conhecimentos ou excelente assessoria para poder começar a pensar em como realizar a compra de um imóvel em outro país, principalmente quando se trata de Estados Unidos.

Requisitos, localização, custos envolvidos e forma de pagamento são os tópicos mais preocupantes.

Nos Estados Unidos é relativamente mais fácil do que se imagina em relação a outros lugares do mundo. Para comprar um imóvel na américa é preciso um documento de identificação, como passaporte válido, visto norte-americano e comprovantes de residência. Já para imóveis financiados, documentos que comprovem pontuação de crédito, renda estável e comprovação de renda também serão exigidos. No caso de financiamento, o primeiro passo é providenciar um financiamento, ou seja, encontrar a financeira e obter a carta de crédito para efetuar a compra.

Entre encontrar a propriedade, pesquisar sobre o local, sobre as leis e regras, fazer oferta, vistoriar a propriedade e fechar o negócio há um grande caminho a percorrer, que sem a ajuda de um profissional local e experiente fica muito mais difícil e ainda se corre o risco de sofrer danos.

Segundo Paulo Schneider, a escassez de imóveis em localizações premium representa um desafio significativo, especialmente nos estados mais cobiçados como a Florida, New York, Texas e Califórnia. A alta demanda nessas áreas geram um ambiente de competitividade intensa, o que pode levar a preços menos estáveis, embora ainda ocorra uma boa valorização.

Naturalmente, o valor de um imóvel varia de acordo com sua localização e tipo. Além do preço, é importante considerar os custos associados à transferência bancária internacional, taxas de câmbio e impostos. Adquirir um imóvel à vista é mais rápido do que por meio de financiamento, pois este último, sem dúvida, é um processo um pouco mais complexo para estrangeiros, mas ainda assim perfeitamente viável.

Uma outra tendência é o investimento em imóveis de luxo, em que os proprietários usam as casas com menos frequência e apostam na locação. Um segmento que vale a pena ficar de olho em lançamentos em praia, campo e condomínios.

Alguns desafios numa transação imobiliária sendo estrangeiro podem ocorrer, principalmente porque depende de qual tipo de investimento ou compra é realizado, o montante e o local. O que reforça mais uma vez que com a ajuda de um profissional da área com vasto conhecimento é indispensável.

Siga Paulo Schneider no Instagram e inscreva-se no canal do Youtube e saiba mais sobre investimentos:

Instagram: @pschneider2000 

WhatsApp : +1(954) 857-1282

www.PauloSchneider.com

Canal do youtube: https://youtube.com/@pauloschneider5538

Acompanhe Paulo Schneider no Programa Chá das Cinco pela TVBC, TVN e Acqua Tv falando sobre melhores investimentos em imóveis na Flórida.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://portalg7.com.br/.