08/05/2024 às 17h35min - Atualizada em 09/05/2024 às 00h00min

Aula Magna do Prêmio Nacional Liga STEAM 2024 tem foco no tema das Mudanças Climáticas

As inscrições para a premiação vão até dia 13 de junho. A iniciativa distribuirá 120 mil reais a projetos, professores, escolas e alunos vencedores

Andréia Louback/ Arquivo

Na próxima segunda-feira, 13 de maio, a partir das 19h, será realizada uma aula magna sobre mudanças climáticas, tema da edição 2024 do Prêmio Nacional Liga STEAM. O evento contará com a participação da comunicadora Andréia Louback, referência no conceito da educação climática igualitária, e da diretora da Tríade Educacional, Lilian Bacich, disseminadora da abordagem STEAM no Brasil. O evento é gratuito e aberto ao público e será transmitido pelo canal do YouTube da Fundação ArcelorMittal, como parte da divulgação do prêmio este ano.

A aula magna acontece em um momento em que o tema da emergência climática está no centro do debate público no Brasil, uma vez que algumas regiões brasileiras sofrem – com mais ou menos intensidade – com novos recordes, médias históricas ou cheias devastadoras. Para a jornalista Andréia Coutinho Louback, trazer para as escolas e centros de ensino a discussão sobre a crise climática do presente reforça a seriedade e o compromisso da Liga STEAM na construção de um planeta verdadeiramente justo e sustentável.

“Este é um trabalho crucial para conscientizar as futuras gerações sobre os impactos ambientais e promover ações sustentáveis efetivas”, afirma Andréia. “A conscientização é um dos caminhos mais transformadores para assegurar que as presentes e futuras gerações tenham ferramentas para enfrentar os desafios socioambientais que se impõem, promovendo esperança, resiliência e compromisso com um mundo climaticamente justo e seguro”, garante a diretora do Centro Brasileiro de Justiça Climática (CBJC).

“Além da reflexão sobre a mudança climática, o Prêmio Nacional Liga STEAM traz um desafio aos alunos e professores: o desenvolvimento de projetos para lidar com situações ambientais que afetam suas comunidades”, completa Lilian Bacich. “Propostas de ações concretas, de impacto local, promovem o engajamento e o envolvimento do aluno e são uma das formas de se enfrentar essa questão global”, diz ela.

A aula magna do dia 13 de maio é uma das muitas ações de mobilização realizadas pelo Prêmio Nacional Liga STEAM. Dentro de seu escopo e de seu tempo de atividades (vai até o final do ano), a Liga STEAM promove Formação de Educadores na abordagem educacional STEAM, além da Comunidade de Educadores STEAM - COORTE. Confira no site Liga STEAM.

Prêmio Nacional Liga STEAM

Lançado em 2022 pela Fundação ArcelorMittal e desde 2023 realizado em aliança social com a Fundação Banco do Brasil, AVSI Brasil e Tríade Educacional, o Prêmio Nacional Liga STEAM tem o objetivo de fomentar a adoção da abordagem STEAM nas escolas brasileiras. A abordagem STEAM promove a integração das áreas de ensino de Ciências, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática por meio de projetos que buscam a solução de problemas do cotidiano dos alunos.

Segundo Tatiana Nolasco, diretora de Futuro da ArcelorMittal e presidente da Fundação ArcelorMittal, os benefícios são múltiplos. Ao trabalhar temas de forma criativa e contextualizada, a abordagem STEAM estimula a continuidade do estudo nessas matérias. “As empresas e o país precisam cada vez mais de profissionais com competências STEAM. Eles já são necessários hoje e serão ainda mais no futuro”, afirma Tatiana Nolasco.

Podem se inscrever professores e professoras da Educação Infantil, do Ensino Fundamental e do Ensino Médio de escolas públicas municipais, estaduais e federais. As inscrições ficam abertas até o dia 13 de junho por meio do site Liga STEAM. As 500 primeiras inscrições em cada categoria receberão um kit de prototipação para a realização de atividades de sensibilização de alunos com relação à abordagem STEAM.

Os projetos STEAM vencedores do prêmio receberão, neste ano, um total de R$ 120 mil em dinheiro. Cada um dos primeiros colocados das categorias Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio receberá R$ 25 mil reais em dinheiro, sendo R$ 10 mil para os professores ou professoras responsáveis, R$ 10 mil para a compra de equipamentos e/ou benfeitorias para as escolas e R$ 5 mil revertidos para a premiação dos estudantes da turma que realizou o projeto STEAM vencedor, podendo ser utilizados na compra de equipamentos ou benfeitorias, realização de visitas técnicas ou recreativas, entre outras possibilidades, sempre em consonância com a escola.

Os projetos STEAM classificados em segundo lugar em cada categoria receberão R$ 10 mil, sendo R$ 5 mil para o professor ou professora responsável pelo projeto vencedor e R$ 5 mil revertidos para a premiação dos estudantes da turma que realizou o projeto STEAM vencedor, podendo ser utilizados na compra de equipamentos ou benfeitorias, realização de visitas técnicas ou recreativas, entre outras possibilidades, sempre em consonância com a escola.

Os terceiros colocados receberão R$ 5 mil, sendo R$ 3 mil para o professor ou professora responsável e R$ 2 mil revertidos para a premiação dos estudantes da turma que realizou o projeto STEAM vencedor, podendo ser utilizados na compra de equipamentos ou benfeitorias, realização de visitas técnicas ou recreativas, entre outras possibilidades, sempre em consonância com a escola.

A abordagem STEAM

A abordagem STEAM promove o aprendizado com o uso integrado dos conhecimentos das áreas de Ciências, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática (daí o acrônimo em inglês), trabalhados por meio de projetos desenvolvidos por professores e alunos que buscam a solução de situações do cotidiano dos alunos e de suas comunidades, gerando identificação e envolvimento. Dessa forma, é possível trabalhar temas abrangentes de forma criativa e contextualizada.

“Isso ajuda os alunos a desenvolver competências como pensamento crítico, resolução de problemas e criatividade exigidas pelo complexo mundo atual”, afirma Rosângela D’Angelis Brandão, assessora da área de Educação da Fundação Banco do Brasil.

Prêmio conectado aos ODS e à Agenda 2030

A abordagem STEAM encaixa-se na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e se conecta com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), parte da Agenda 2030, compromisso mundial firmado pelos Estados-membros da ONU, incluindo o Brasil.

“Assim como na BNCC e suas competências gerais, os 17 ODS envolvem princípios relacionados a um desenvolvimento realmente sustentável, que vão muito além da conservação da natureza, pois incluem questões sociais como saúde e educação de qualidade e equidade de gênero, por exemplo”, garante Jacopo Sabatiello, vice-presidente da AVSI Brasil.

 O que é a Liga STEAM

Criada em 2022, a Liga STEAM pretende promover a adoção da abordagem STEAM nas escolas brasileiras. Trata-se de uma abordagem educacional bastante difundida em países como Estados Unidos, China, Austrália e Reino Unido. Além do Prêmio Nacional Liga STEAM, a estratégia contempla iniciativas como a formação em STEAM para todos os educadores de redes públicas de ensino e a criação de uma Comunidade de Educadores Liga STEAM com o objetivo de torná-los referência e promotores da abordagem em suas regiões de atuação.

Fundação ArcelorMittal

Criada em 1988, a Fundação ArcelorMittal é responsável por direcionar os investimentos sociais e conectar o Grupo ArcelorMittal a causas relevantes para a cidadania das crianças e jovens brasileiros. As iniciativas promovidas pela Fundação se articulam em três eixos prioritários: Educação, Cultura e Esporte. Só em 2022, mais de R$ 73 milhões foram investidos em recursos próprios e incentivados.  

Fundação Banco do Brasil

Em 1985, o Banco do Brasil instituiu a Fundação BB para contribuir para a transformação social dos brasileiros e o desenvolvimento sustentável do país. É a principal instituição gestora dos projetos socioambientais apoiados por meio do Investimento Social Privado - ISP do BB e de parceiros, declarada o coração social do Banco do Brasil. Nos últimos 10 anos, foram investidos R$ 2,6 bilhões em 10 mil iniciativas que impactaram positivamente a vida de 6,6 milhões de pessoas. Os eixos de atuação são: Tecnologia Social (eixo transversal), Educação para o Futuro, Meio Ambiente e Renda, Saúde e Bem-estar, Ajuda Humanitária e Voluntariado. 

Tríade Educacional

É referência na formação docente e na produção de materiais relacionados à educação inovadora, envolvendo temáticas como Metodologias Ativas, Ensino Híbrido e STEAM. Seus diretores, Lilian Bacich e Leandro Holanda, são autores de materiais que são bases de propostas de formação nessas temáticas pelo país e têm impactado milhares de educadores e centenas de instituições de ensino nos últimos 10 anos.  

Associação Voluntários para o Serviço Internacional – AVSI Brasil

É uma organização brasileira, sem fins lucrativos, constituída em 2007, cuja missão é tornar as pessoas protagonistas de seu desenvolvimento, de sua família e de sua comunidade, por meio de projetos sociais em contextos de vulnerabilidade ou emergência humanitária. É uma organização local vinculada ao contexto internacional por meio da Fundação AVSI, ONG de origem italiana que atua em 39 países, presente no Brasil desde a década de 1980 e que estimulou a criação da AVSI Brasil. 

 

SERVIÇO

Aula Magna do Prêmio Nacional Liga STEAM 2024 tem foco no tema das Mudanças Climáticas                      

Data: 13/05

Horário: 19h

Transmissão: YouTube Fundação ArcelorMittal

Inscrições para o prêmio: Liga STEAM até 13/06

 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://portalg7.com.br/.