03/05/2024 às 11h05min - Atualizada em 04/05/2024 às 00h01min

“incidência popular em segurança pública”

“Incidência Popular em Segurança Pública”

LUCIANA NUNES DOS SANTOS
Divulgação

Fundo Brasil abre o edital “Incidência Popular em Segurança Pública”

Serão apoiadas 10 propostas de coletivos populares com aporte de até R$ 80 mil reais


O Fundo Brasil de Direitos Humanos lança o edital “Incidência Popular em Segurança Pública”. A fundação doará até R$ 80.000,00 (oitenta mil reais) para pelo menos 10 projetos que buscam criar e implantar propostas de controle social e participação popular nas políticas de segurança pública no país.

As inscrições ficarão abertas até o dia 17 de maio. Poderão participar da seleção movimentos da sociedade civil, grupos comunitários e coletivos que atuem pela promoção de uma segurança pública antirracista e que respeite os direitos humanos. A iniciativa conta com parceria da Open Society Foundations.

O racismo e a desigualdade social estão na base da violência que a sociedade brasileira vivencia no dia a dia, e que afeta desproporcionalmente a população preta, pobre e periférica.  Segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, o Brasil registrou em 2022 quase 47 mil homicídios, sendo que aproximadamente 80% deles vitimou pessoas negras. O levantamento apontou ainda que o crime contra pessoas LGBTQIA+ teve um crescimento de 35,2%, passando de 1.271 notificações para 1.719 no período. 

“Apenas por meio de movimentos sociais fortalecidos e diversos, que atuem de forma coletiva e estratégica será possível enfrentar as violências historicamente perpetradas pelo Estado brasileiro”, diz Allyne Andrade, superintendente adjunta do Fundo Brasil.  

“Por isso, este edital vai apoiar propostas focadas na incidência política direta sobre instituições e operadores da segurança pública a partir de iniciativas populares de articulação”, detalha a dirigente. 

Para inscrição e informações sobre os critérios de elegibilidade, acesse o edital completo disponível no site do Fundo Brasil de Direitos Humanos. A divulgação dos projetos aprovados será feita a partir do dia 12 de agosto no site e nas redes sociais da fundação. 

Sobre o Fundo Brasil de Direitos Humanos

O Fundo Brasil de Direitos Humanos é uma fundação independente, sem fins lucrativos, criada em 2006 por ativistas com a missão de promover o respeito aos direitos humanos no país, criando mecanismos sustentáveis, inovadores e efetivos para fortalecer organizações da sociedade civil e para desenvolver a filantropia de justiça social. A fundação faz isso captando recursos para destiná-los a organizações e comunidades que lutam por direitos fundamentais e combatem as desigualdades, a violência institucional e a discriminação em todo o país. Desta forma, atua como uma ponte, conectando doadores a projetos de transformação social. 

A instituição apoia a busca por justiça racial e de gênero, a luta por direitos dos povos indígenas, de populações quilombolas e tradicionais, por justiça climática na Amazônia e fora dela, por direitos de crianças e jovens, de pessoas LGBTQIAP+, de trabalhadores rurais e precarizados, de comunidades impactadas por obras de infraestrutura e empreendimentos urbanos, de vítimas da violência de Estado e seus familiares, a luta contra o encarceramento em massa e a tortura no sistema prisional, entre outras. 

O Fundo Brasil já apoiou mais de 1.500 projetos e doou mais de R$50 milhões. Para saber mais, acesse o site do Fundo Brasil.

 

Contatos para a Imprensa:

Luciana Nunes: [email protected]

Tel: (11) 99450-0827


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://portalg7.com.br/.