01/05/2024 às 21h38min - Atualizada em 01/05/2024 às 21h38min

Dia do Trabalhador tem atos em vários pontos do Brasil; Lula discursa em SP

Feriado foi celebrado em várias cidades brasileiras. Em São Paulo, o ato oficial contou com a presença do presidente Lula no estádio do Corínthians.

Por Jornal Nacional - g1.globo.com
No Brasil, o primeiro de maio foi marcado por atos políticos e ações de cidadania/ g1.globo.com

No Brasil, o 1º de Maio foi marcado por atos políticos e ações de cidadania em várias cidades.

Salvador: o feriado começou com corrida e dança na orla de Salvador. A tenda que oferecia vacinas contra gripe e Covid era uma das mais procuradas.

Contagem (MG): na Região Metropolitana de Belo Horizonte, fiéis levaram a carteira de trabalho pra missa do trabalhador. Uma tradição de quase cinquenta anos.

“Agradecimento é todo dia e no Dia do Trabalhador a gratidão é maior ainda”, diz o porteiro Nivaldo Barbosa.

Cascavel (PR): tradição também na cidade paranaense. As 14 toneladas de costela eram em homenagem a São José Operário.

São Paulo (SP): Em São Paulo, a festa aconteceu no estacionamento do estádio do Corinthians, na Zona Leste da cidade. Os shows começaram logo cedo, debaixo de sol forte.

Crianças se refrescaram enquanto se divertiam. E, pela primeira vez, o Dia do Trabalho foi longe da região central da cidade.

No começo da tarde, dirigentes sindicais e ministros subiram no palco, com o presidente Lula.

Durante o ato, Lula sancionou a lei que oficializa a isenção de imposto de renda para quem ganha até dois salários-mínimos.

No discurso, defendeu resultados do governo, falou da relação entre governo e Congresso e negou atrito entre os poderes.

“Vocês sabem que a minha bancada, a chamada bancada progressista que me elegeu nas eleições, a gente não chega a 140 deputados de 513. Mas quero fazer um reconhecimento, nós fizemos alianças políticas para governar e, até hoje, todos os projetos que nós mandamos para o Congresso foram aprovados de acordo com os interesses que o governo queria. Isso por competência dos ministros, por competência dos deputados que aprenderam a conversar ao invés de se odiarem”, disse o presidente.

No palco, os shows continuaram durante toda a tarde.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://portalg7.com.br/.